logo-abrafrutas
 - 
English
 - 
en
Portuguese
 - 
pt
Spanish
 - 
es
[gt-link lang="en" label="English" widget_look="flags_name"]
[gt-link lang="es" label="Españhol" widget_look="flags_name"]

ENTRE EM CONTATO

+55 61 4042-6250

Fruticultura brasileira de baixo carbono é apresentada na Cop 26

 Abrafrutas apresenta o setor como um segmento socioeconômico e ambientalmente sustentável

 

A Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Frutas e Derivados (ABRAFRUTAS) participa no próximo dia 8, em Glasgow, na Escócia, da 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, também conhecida como a COP26. Com a presença de líderes e autoridades de 196 países, a Abrafrutas irá apresentar ações positivas que a fruticultura brasileira tem desenvolvido para contribuir com a sustentabilidade ambiental.

Segundo o presidente da Abrafrutas, Guilherme Coelho, a fruticultura é, normalmente para a maioria das espécies, uma atividade agrícola perene, com plantio de muitas árvores, o que torna a atividade majoritariamente positiva para o sequestro de carbono. Além disso, algumas frutas são produzidas em processos totalmente sustentáveis, como é o caso do açaí na Região Norte do país, que traz benefícios funcionais para os consumidores, fixa o morador das comunidades ribeirinhas e ajuda na proteção da floresta.

Segundo o Código Florestal Brasileiro, as propriedades rurais em áreas de floresta no bioma amazônico devem preservar 80% de vegetação nativa, incluindo Reserva Legal e Área de Preservação Permanente (APP). O açaí por ser uma planta nativa desse bioma não tem necessidade de corte da árvore, encaixa-se perfeitamente no conceito de produção sustentável ambiental.

Outras ações do setor estão voltadas para o uso de novas tecnologias como geração de energia fotovoltaica, substituição de insumos tradicionais por bio-insumos, agricultura de precisão na nutrição de plantas e na irrigação, entre outras, visando contribuir com a redução das emissões globais de gases que provocam o efeito estufa.

“A fruticultura brasileira está alinhada com a legislação ambiental e social, é contra o desmatamento ilegal dos biomas brasileiros, é comprometida e engajada em garantir um mundo melhor para as futuras gerações. O mundo precisa conhecer e entender que nossa fruticultura é um segmento socioeconômico e ambientalmente sustentável. Nós os fruticultores brasileiros temos dupla cidadania, a Brasileira e a Ecocidadania que  firma um compromisso pelo futuro da nossa morada: o Planeta Terra”, afirmou Guilherme Coelho.

 

A apresentação da Abrafrutas ocorrerá no pavilhão do Brasil em Glasgow (Escócia), sede da COP26. Todas as apresentações serão transmitidas ao vivo pelo canal do Ministério do Meio Ambiente no YouTube.

A COP 26 que ocorre no período de 30 de outubro a 12 de novembro tem como objetivo discutir e negociar ações que possam frear a mudança do clima, com metas e compromissos de diferentes nações, pois os efeitos do aquecimento global, pois de acordo com os especialistas o mundo pode sofrer consequências devastadoras, a exemplo do aumento do nível do mar e da redução de chuvas.

 

 

 

[glt language="English" label="English" image="yes" text="yes" image_size="24"]
[glt language="Spanish" label="Español" image="yes" text="yes" image_size="24"]