logo-abrafrutas
 - 
English
 - 
en
Portuguese
 - 
pt
Spanish
 - 
es
[gt-link lang="en" label="English" widget_look="flags_name"]
[gt-link lang="es" label="Españhol" widget_look="flags_name"]

ENTRE EM CONTATO

+55 61 4042-6250

Agronordeste apresenta medidas de apoio para o agronegócio em Juazeiro

O auditório do Centro de Excelência em Fruticultura do Senar, em Juazeiro, Norte da Bahia, foi palco, nesta quinta-feira (20), do evento “Agronordeste: resultados e perspectivas para o semiárido”. A iniciativa é do Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional, com o apoio do Sebrae, do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e do Banco do Nordeste (BNB) e Banco do Brasil (BB).

O encontro foi liderado pelo ministro Marcos Montes, titular do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que anunciou medidas de amparo ao setor, com foco na desburocratização do crédito, incentivos a novas culturas e implantação de tecnologia avançada para os pequenos produtores da agricultura familiar.

O presidente da Federação de Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (Faeb), Humberto Miranda, foi o anfitrião da solenidade, que contou com as presenças de representantes do Senar, Prefeitura de Juazeiro, Codevasf, Embrapa, Anater, Abrafrutas, agentes financeiros, e a presença de delegações de agricultores de Casa Nova, Sobradinho, Curaçá, Juazeiro, Projetos de Irrigação e sindicatos e associações, que tornaram pequeno o espaçoso e agradável auditório do Senar da cidade sede.

O superintendente do Sebrae Bahia, Jorge Khoury, validou a iniciativa e assegurou o compromisso da instituição em projetos que tenham como objetivo o fortalecimento da economia do Vale do São Francisco. “Essa luta vem desde 1982, quando começamos a implantação dos perímetros irrigados, uma novidade no sertão”, lembrou.

Ainda de acordo com Khoury, tirar água do rio para irrigar uma plantação era motivo de questionamentos para aqueles que não acreditavam ser possível o que hoje é uma realidade em todo planeta. “Os atuais e expressivos números nos colocam como o segundo maior produtor de frutas do Brasil. E essa conquista vem, sobretudo, do trabalho de vocês que estão aqui, os heróis anônimos que movimentam a máquina que produz o alimento que enriquece o Vale do São Francisco”, ressaltou.

Uma dessas personagens citadas pelo superintende é a empreendedora Maria José, presidente da Associação Força da Terra Fonte Viva do Projeto Maniçoba, que apresentou reinvindicações do setor. “Saio daqui com novas esperanças para a agricultura familiar e para todos os produtores de um modo geral, na expectativa da melhoria na qualidade de vida das pessoas do nosso município, da Bahia e do Brasil. Afinal, nós plantamos para o mundo”.

Após a solenidade, a comitiva seguiu para Irecê, onde será realizado o segundo encontro com o mesmo tema.

 

Fonte:  RedeGN