logo-abrafrutas
 - 
English
 - 
en
Portuguese
 - 
pt
Spanish
 - 
es
[gt-link lang="en" label="English" widget_look="flags_name"]
[gt-link lang="es" label="Españhol" widget_look="flags_name"]

ENTRE EM CONTATO

+55 61 4042-6250

Em painel durante a COP27, ministro diz que conferência será marco divisório para a visão mundial sobre produção de alimentos

Marcos Montes ressaltou que é preciso resolver a equação entre a produção de alimentos e a preservação ambiental

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Marcos Montes, participou nesta quarta-feira (9) do painel Agricultura e Clima, durante a programação interativa do pavilhão brasileiro na 27ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP27). O espaço é uma parceria entre o Ministério do Meio Ambiente, a Apex-Brasil, a Confederação Nacional da Indústria (CNI), a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e o Ministério das Relações Exteriores (MRE).

Marcos Montes destacou que a questão da produção de alimentos terá um papel preponderante das discussões da COP27. “Essa COP é um palco importante para que possamos mostrar essa unidade da  preservação ambiental com a produção que existe no Brasil. Preservar ambientalmente é claro que é interesse do mundo todo, é o futuro dos nossos filhos. Agora, o mundo precisa se alimentar, nós precisamos produzir. Então, temos que ter essa equação totalmente resolvida para que possamos continuar preservando e produzindo alimentos”, disse o ministro, lembrando que em 40 anos o Brasil deixou de ser importador de alimentos para um dos maiores exportadores do mundo, com a legislação mais rigorosa do mundo em termos de preservação ambiental.

O ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, disse que o Brasil é uma potência alimentar reconhecida internacionalmente e tem muito pra mostrar na COP27. “Temos uma agricultura sustentável e a mais regenerativa do mundo, por uma característica da nossa agricultura tropical, que preserva o solo e ao mesmo tempo cuida das florestas, do solo e das nascentes”, disse.

Diretamente do Pavilhão Brasil na COP 27, no Egito, o secretário da Amazônia e Serviços Ambientais do MMA, Marcelo Freire, destacou inovações no agro brasileiro, como as tecnologias do Plano ABC+ e a venda de produtos agropecuários com o selo de carbono neutro. O secretário de clima e relações internacionais, Marcus Paranaguá, disse que o produtor rural brasileiro está cada vez mais conectado com o uso de tecnologias aliadas à produção de alimentos.

Mapa na COP

Desde o início da Conferência, uma equipe das secretarias de Comércio e Relações Internacionais (SDI) e de Inovação, Desenvolvimento Sustentável e Irrigação (SDI) do Mapa está no Egito para participar de diversos paineis e negociações que acontecem durante a COP27.

Na próxima sexta-feira (11), o Mapa irá lançar durante a COP27 o Projeto Rural Sustentável – Amazônia (PRS – Amazônia), voltado ao fomento da agricultura de baixa emissão de carbono na região. A solenidade acontece no dia 11 de novembro, a partir das 11h40 (horário de Brasília) e 16h40 (horário de Sharm El-Sheikh), no miniauditório do Hub do Consórcio da Amazônia Legal, com transmissão on-line.

Fonte: Mapa

[glt language="English" label="English" image="yes" text="yes" image_size="24"]
[glt language="Spanish" label="Español" image="yes" text="yes" image_size="24"]