logo-abrafrutas
 - 
English
 - 
en
Portuguese
 - 
pt
Spanish
 - 
es
[gt-link lang="en" label="English" widget_look="flags_name"]
[gt-link lang="es" label="Españhol" widget_look="flags_name"]

ENTRE EM CONTATO

+55 61 4042-6250

Abrafrutas busca ampliar exportação de frutas para China

A Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas) representada pelo presidente, Guilherme Coelho e o diretor internacional, Luiz Eduardo Raffaelli esteve reunida hoje (16) com o presidente da Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil-China (CCDIBC), Fabio Hu, e o diretor de Relações Institucionais, Ulisses Vega para tratar sobre a abertura do mercado chinês para outras frutas brasileiras como: uva, limão e avocado.

Ano passado o Brasil começou enviar as primeiras cargas de melão para China, após oito anos de negociações. O país asiático é grande consumidor dessa fruta e segundo o presidente da CCDIBC o melão brasileiro foi muito bem aceito no mercado chinês.

Neste primeiro semestre o Brasil exportou mais de 86 mil toneladas de melão para diversos países. Com a abertura do mercado chinês os produtores afirmam que se alcançarem 1% deste mercado, as exportações irão dobrar. Uma das grandes vantagens para que isso ocorra é que a safra brasileira coincide com a entressafra de melão na China.

Na intenção de ampliar e diversificar as exportações, o presidente da Abrafrutas tem trabalhado muito este tema junto aos órgãos competentes. Segundo ele, as negociações para exportação da uva brasileira para a China já estão bem avançadas, porém é preciso dar andamento também nas outras que, inclusive, foram solicitadas pela própria China.

Na ocasião da reunião, o diretor da Associação Raffaelli sugeriu articular uma reunião com os representantes da CCDIBC, com o embaixador da China no Brasil e a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, na intenção de avançar ainda mais as tratativas.

 

Por: Telma Martes, comunicação Abrafrutas