logo-abrafrutas
 - 
English
 - 
en
Portuguese
 - 
pt
Spanish
 - 
es
[gt-link lang="en" label="English" widget_look="flags_name"]
[gt-link lang="es" label="Españhol" widget_look="flags_name"]

ENTRE EM CONTATO

+55 61 4042-6250

Fiscais agropecuários aprovam indicativo de greve

Os auditores vão intensificar a mobilização e esticar ao máximo os prazos para realização das atividades rotineiras

Os auditores fiscais federais agropecuários aprovaram, nesta quarta-feira (25), o indicativo de greve.

auditores fiscais federais agropecuários

Foto: Anffa Sindical

Com a decisão, aprovada durante uma assembleia extraordinária virtual, a categoria pode cruzar os braços a qualquer momento.

Segundo presidente do ANFFA Sindical, Pablo Janus Macedo, o indicativo de greve reflete o sentimento dos auditores agropecuários com relação ao tratamento que vêm recebendo do governo federal.

“Os auditores agropecuários mandaram o recado. Eles querem reconhecimento do trabalho realizado e da relevância da carreira para o desempenho positivo do agronegócio brasileiro”, destacou Pablo.

Com o indicativo de greve os auditores agropecuários, que já estão em operação-padrão desde dezembro, vão intensificar a mobilização e esticar ao máximo os prazos para realização das atividades rotineiras.

Segundo a entidade, os auditores vão manter o ritmo normal de trabalho somente para as atividades “que podem afetar diretamente o cidadão”, como a liberação de cargas perecíveis e de animais domésticos para viagens.

Ainda de acordo com a ANFFA Sindical, a mobilização também não atingirá a realização de diagnóstico de doenças e pragas que poderiam colocar em risco de políticas sanitárias do setor agropecuário.

Reivindicações

Segundo o sindicato, a carreira de auditor está sem reajuste salarial desde 2017 e trabalha com um déficit de 1.620 pessoas, “com excesso horas-extras e banco de horas que na maioria dos casos, não podem ser convertidas em folgas, pela carência de servidores”.

“A decisão reflete também a insatisfação dos auditores com a situação que se arrasta desde dezembro, especialmente porque o governo federal já havia sinalizado com a possibilidade de inclusão da carreira na reestruturação salarial, junto com outras categorias”, diz a nota do sindicato.

Atualmente, segundo a entidade, o Ministério da Agricultura tem aproximadamente 2,5 mil auditores na ativa, contra 4.040 em 2000.

Fonte: Canal Rural