logo-abrafrutas
 - 
English
 - 
en
Portuguese
 - 
pt
Spanish
 - 
es
[gt-link lang="en" label="English" widget_look="flags_name"]
[gt-link lang="es" label="Españhol" widget_look="flags_name"]

ENTRE EM CONTATO

+55 61 4042-6250

Tecnifruti destaca potencial da fruticultura no tocantins

Evento do setor no estado evidenciou a produção de coco, banana e abacaxi

Produtores, profissionais e representantes de empresas do setor agrícola, estudantes dos cursos de agrárias e investidores de outros segmentos interessados na produção de frutas estiveram reunidos no Perímetro Irrigado Manuel Alves, em Dianópolis, no sudeste do Tocantins. Este ano, o maior evento do setor no estado evidenciou a produção de coco, banana e abacaxi.

Nos dois dias de evento, os quase 500 participantes do Tocantins e outros estados conheceram nas cinco estações montadas no distrito, novas técnicas de manejo das culturas, aplicação de defensivos, formas de conduzir o monitoramento de pragas e doenças, aspectos agronômicos das culturas e também como está o mercado de frutas no Brasil e no exterior e quais as melhores estratégias para incrementar a comercialização.

“Este evento dá visibilidade ao nosso polo de fruticultura, isso é bom para o setor, atrai mais produtores e chama a atenção de quem compra e comercializa as frutas”, destacou Paulo Carneiro, presidente da FAET. Ele destacou ainda que o próprio distrito Manuel Alves ainda tem cerca de 70% dos seus lotes sem produção, o que só comprova como a atividade ainda tem um imenso potencial de crescimento no estado.

A presidente do Conselho Gestor do Distrito de Irrigação, Vanda Sulzbach, que produz coco no Manuel Alves, agradeceu o envolvimento das entidades, como o sistema FAET/Senar, o Ministério da Agricultura e o Governo do Tocantins. Para ela, a união de esforços é fundamental para que a produção de frutas se fortaleça no estado e expanda para outras regiões, garantindo mais volume de produção e melhor rentabilidade no campo.

O sentimento foi compartilhado pelo produtor de bananas, Rodrigo Adamante, da Agro-Pillati. Para ele, a consolidação do polo de fruticultura no distrito de Manuel Alves passa necessariamente pela vinda de mais produtores de frutas para o local. “Precisamos de volume de produção. Na época da safra atendo 10 clientes com toda a minha produção, mas na entressafra só consigo atender cinco deles. Precisamos de mais gente produzindo aqui”, afirmou.

Com larga experiência no mercado, o palestrante Washington Dias, destacou que os eventos são importantes para difundir conhecimento e mostrar aos produtores os erros e acertos de outras experiências. “Conhecendo o que outros produtores já fizeram, queremos que os produtores não cometam os mesmos erros e sejam melhor sucedidos em suas atividades”. Para ele, o sucesso no segmento depende da união e parceria entre os produtores.

O 4° Tecnifruti foi encerrado com uma costelada de fogo de chão servida a todos os participantes. Participaram da solenidade, o prefeito de Dianópolis, José Salomão, que elogiou a iniciativa e o trabalho dos fruticultores. O evento realizado pelo sistema FAET/Senar, o DIMA (Distrito de Irrigação do Perímetro Manuel Alves), Ruraltins, Adapec, Governo do Tocantins, por meio das secretarias da Agricultura e Infraestrutura, Embrapa, do Ministério da Agricultura e Governo Federal.

Fonte: CNA

[glt language="English" label="English" image="yes" text="yes" image_size="24"]
[glt language="Spanish" label="Español" image="yes" text="yes" image_size="24"]