logo-abrafrutas
 - 
English
 - 
en
Portuguese
 - 
pt
Spanish
 - 
es
[gt-link lang="en" label="English" widget_look="flags_name"]
[gt-link lang="es" label="Españhol" widget_look="flags_name"]

ENTRE EM CONTATO

+55 61 4042-6250

Maçã é destaque no avanço das exportações de frutas

Ao todo, Brasil exportou 359,6 mil toneladas de frutas entre janeiro e abril deste ano, volume 21,39% superior aos quatro meses de 2020

O Brasil exportou 359,6 mil toneladas de frutas no período de janeiro a abril deste ano. O volume é 21,39% superior ao do primeiro quadrimestre do ano passado. Na mesma comparação, a receita avançou 23,22% e chegou a 323,7 milhões de dólares. Os dados são do 5º Boletim Prohort, divulgado nesta semana pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O principal destino dos produtos foram os Países Baixos. Entre os motivos para o bom desempenho, a Conab cita a desvalorização cambial, a boa qualidade das frutas brasileiras e demanda externa aquecida.

O maior destaque desses embarques foi a maçã, que apresentou um crescimento superior a 100% nas vendas, chegando a 60 mil toneladas, e a 137% na receita, que alcançaram 45,61 milhões de dólares. O volume corresponde a uma pequena parcela da produção nacional, que subiu 25% e totalizou 1,2 milhão de toneladas.

O presidente da Associação Gaúcha dos Produtores de Maçã, José Sozo, diz que a exportação teria sido maior se houvesse uma organização de logística melhor. “Os navios chegavam à Europa e à Ásia e não retornavam porque os países queriam enviá-los cheios, para comercializar outros produtos”, observa.

Fonte: Correio do Povo